Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caída a folha da fonte de ilusão

É algo que não sei explicar,
uma dor que veio sufocar...
uma loucura espetacular!

Ódio ou amor?
Carinho ou ressentimento?
Frio ou calor?
Alegria ou sofrimento?

Não sei já o que sinto
neste mundo de confusão...
Um agradavel tormento
numa doce confissão...

Chama fria que me queima,
gelo quente que me faz tremer...
Um suor seco transborda
minha frida sarada a doer...

Um amor que morre sem antes nascer
como uma folha caída que teima em viver...

Um vermelho frio,
um azul quente...
Um mar vazio,
uma lágrima ardente...

Um fantasia de contradiçoes,
uma realidade de ilusões...

E tudo em ti me faz nascer
depois de em ti ter ido morrer!
Sónia Granja
Enviado por Sónia Granja em 31/08/2006
Código do texto: T229854
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sónia Granja
Portugal
42 textos (2021 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:21)
Sónia Granja