Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema da Mão

Mãos são mãos
Monólogos, gestos e palavras
Bígamas ou monogâmicas
Curtas, compridas, achatadas, quadradas...

Quisera
Ter todo o cunho científico
Apesar de poeticamente, divagar
E veio-me
Nestas minhas mãos
Um extrato de monografia
Um ensaio de poema “manual”

Era só pra falar
Da fratura no punho
Mas, minhas mãos poéticas,
Padecem somente de imaginar
A falta da minha mão
Ou sua incapacitação...


Rose de Castro
A ‘POETA’

NOTA: “Esta poesia foi um presente  para abertura de um Trabalho Monográfico de Fisioterapia sobre Fratura de Punho para amiga Maria Côrte”

Rose de Castro
Enviado por Rose de Castro em 01/09/2006
Código do texto: T229935
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose de Castro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
200 textos (21738 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:11)
Rose de Castro