Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flor cândida

Despi-me aos seus encantos.
Entrei e fui atrás de mim.
Desatei-me em prantos.

Abafei os soluços meus,
Com os destroços sem fim
Dos restos agora seus.

Trago a alma calada
Ferida e maltratada.
Fomos juntos: eu e a dor
Levar-nos ao seu dispor.

Numa entrega desmedida
Lhe ofereci a minha vida
Ó amada e minha musa!
Ó flor! Flor cândida e pura.
Pedro Cardoso DF
Enviado por Pedro Cardoso DF em 01/09/2006
Código do texto: T230053
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Cardoso DF
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 68 anos
4322 textos (94867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:14)
Pedro Cardoso DF