Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fica de Presente

Fica de presente
a fila de minha dor;
arruma nela
seu pranto e cor.

Entra com adornos
e enlaça o que me resta
com seus traços
que te revoam à testa.

Entra com a festa
que eu entro com a perda;
entra com a fresta
que eu me deixo lerdo.

Entra com o amor
que eu fecho as portas;
entra com seu milagre
que eu o percorro toda sua cor.

Sou marinheiro e fico à estibordo,
quando encalho nos vestais de seus olhos,
nado e permeio de sal - igual aos cordos!
Mas não me deixe sozinho, pois de sozinho,
encolho!

Sou fácil e corrediço
não faço questão disso!

Se perdi, perco de novo,
se ganhar, faço a festa de dengo,
afinal fui eu quem descobriu
que o milagre não é coisa daqui.
Nasceu em seu corpo, ao lento,
e me mostrou que, às vezes, o
melhor caminho é o do vento,
pois trás você de volta
numa roda que até
criança faz chorar!

José Kappel
Enviado por José Kappel em 01/09/2006
Código do texto: T230368
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 11:07)
José Kappel