Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TOQUE DE AMOR

REPENTINAMENTE COMO ONDA GIGANTESCA
APROXIMOU-SE SORRATEIRAMENTE,
MAJESTOSA, DANTESCA,
QUEBRANDO CONCEITOS, DESTRUINDO PRECONCEITOS,
ARREMESSANDO CONTRA O ANCORADOURO DO CORAÇÃO
A IRRESISTÍVEL ESPUMA BORBULHANTE,
INCONTESTÁVEL MAGIA DA ARDENTE PAIXÃO,
E TAL COMO A SEREIA, ATRAIU COM SEU MAVIOSO CANTO;
ENTRETANTO, A VIDA É MISTERIOSA, TEM SEU ENCANTO,
CONTRAPÕE NA PELÍCULA DA EXISTÊNCIA
O AMOR COMO PARCEIRA DA DOR,
E PERFILADOS NA PRAIA DA IMAGINAÇÃO
A ILUSÃO E DESILUSÃO DESLUMBRAM-SE NUM CASTELO DE AREIA;
É A VIDA EMARANHANDO, CONSTRUINDO SUA TEIA,
É A CHAMA DO AMOR CREPITANDO, FAISCANDO
NO CORAÇÃO DE UMA MULHER;
PORÉM, INESPERADAMENTE, ATIVA-SE O ETNA DO DESTINO,
RAIVOSAMENTE ENTRA EM ERUPÇÃO
AS LAVAS FERVENTES ESCORREM LETALMENTE
NAS ENCOSTAS DOS SONHOS,
SUFOCAM, PADECEM, ESMORECEM ...
A ILUSÃO DISSIPA-SE, EVAPORA NA HORA,
E A DESILUSÃO ANUNCIA A NUVEM DE INCERTEZA;
CONTUDO O SENHOR TEMPO, ANESTESIA O ILUDIDO CORAÇÃO,
HABILMENTE NEUTRALIZA A TRISTEZA,
A FERIDA CICATRIZA NA CARNE SOFRIDA,
MAS FICA EXPOSTA N'ALMA
UMA INTERROGAÇÃO SEM RESPOSTA;
EIS QUE O PLATÔNICO CONQUISTADOR
ENCERRA SEU CICLO NA TERRA,
E NO VENTO QUE PASSOU POR AQUI,
O SERESTEIRO PÁSSARO ALÇOU VÔO, VOOU
MUITO ALÉM DO INFINITO,
AGORA, ENCANTA NO ESPAÇO COM SEU GORJEIO ARREBATADOR,
CONDUZINDO NAS ASAS, A LIBERDADE ETERNA
NO ESPÍRITO, A TERNURA DE UM TOQUE DE AMOR.

ANDRADE JORGE
28/02/2005
ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 01/09/2006
Reeditado em 01/09/2006
Código do texto: T230426
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1027 textos (89996 leituras)
26 áudios (1819 audições)
2 e-livros (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:11)
ANDRADE JORGE