Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Úmida pele marinha

Deslizou no meu rosto
O sal dolcíssimo de uma lágrima
derramando languidamente
brilho a rosa escarlate

Lábios trêmulos
na nudez da tua voz
adivinhando meu corpo
sílaba por sílaba
úmida pele marinha
pontuando suavidade de brisa

Na delicada ausência
renasce a febre
no céu da minha boca
que arde em seda e chama

Faz-se o milagre
e o meu céu
da boca
estremece teu sangue


06/08/06 Vênus
AVênus
Enviado por AVênus em 02/09/2006
Reeditado em 09/09/2006
Código do texto: T231119

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
AVênus
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
225 textos (3877 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:15)
AVênus