Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MENDIGOS

MENDIGO....
SENTADO EM SEUS PRÓPRIOS TRAPOS...
A SORRIR PARA SUA SORTE...
A FALAR EM MONÓLOGOS...
A MEXER COM AS MÃOS...
À PROCURA DO QUÊ?...
OS QUE PASSAM,
SENTEM MEDO.
MEDO DA PRÓPRIA EXISTÊNCIA.
ELE FUMA UM CIGARRO DE PAPEL,
AMASSADO,
COMO SEU PRÓPRIO CORPO,
E LEVA A MÃO NO ROSTO,
AQUELA RUA SUJA ,TORNOU-SE A SUA MORADIA.
NÃO PEDE NADA...
NÃO FAZ NENHUM MAL...
FICA QUIETO NUM CANTO,
NO SEU CANTO...
NA ESPERANÇA QUE ALGUEM VEJA
NOS SEUS OLHOS...
A NECESSIDADE DE ESTAR VIVO.

MYRIAN BENATTI
Ilusão da alma
Enviado por Ilusão da alma em 08/06/2005
Código do texto: T23216
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ilusão da alma
Colorado - Paraná - Brasil, 59 anos
55 textos (6028 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:36)
Ilusão da alma