Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDÃO

RESOLVI TRANCAR A PORTA
SEM DEIXAR FRESTAS,
SEM ABRIR JANELAS,
PERMITIR APENAS O SUSSURRO DO VENTO
AS BATIDAS DO MEU CORAÇÃO,
PERMANECER COM OS MEUS OLHOS FECHADOS,
SEGURANDO MINHA SOLIDÃO...
SUPORTANDO A DOR DO ABANDONO...
NÃO PERMITINDO O GRITO...
NÃO PERMITINDO MAIS SENTIR...
DEBRUÇO-ME NA POSIÇÃO
ENCOLHO-ME NUM CANTO
E LÁ FICO...
ESPERANDO...
PASSAR ESSA AGONIA,
ATÉ RESOLVER DESTRANCAR A PORTA
A ABRIR JANELAS...
E MEU CORAÇÃO BATER SUAVEMENTE...


MYRIAN BENATTI
Ilusão da alma
Enviado por Ilusão da alma em 08/06/2005
Código do texto: T23217
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ilusão da alma
Colorado - Paraná - Brasil, 59 anos
55 textos (6028 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:25)
Ilusão da alma