Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Regresso

 

Um ponto na cartografia,
lá no mapa invisível,
não revela a beleza
dessa terra aprazível.

Terra risonha,faceira,
perdida nas Alterosas;
su´águas mansas e ligeiras
correm limpas,magestosas.

Foi preciso uma partida
para o meu,o teu progresso.
Rejubila-me a saudade
do momento de regresso.

O meu ninho de saudades
tão doídas,tão constantes.
Porto da felicidade...
que se assoma neste instante!

Meu recanto!Puro encanto!
Só doçura e poesia.
Pra quem inda tá distante,
SÃO GONÇALO é nostalgia!


ANGELA MARIA DUARTE
angela duarte
Enviado por angela duarte em 04/09/2006
Código do texto: T232294
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
angela duarte
Itabira - Minas Gerais - Brasil, 64 anos
341 textos (26764 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:25)
angela duarte