Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FAZ DE CONTA

Faz de conta que eu não sou eu,mas sim um pássaro azul no centro do espaço,voando livremente com as asas abertas como se neste exato momento,tivesse encontrado a paz que todos procuram e apenas eu,tivesse achado.

Faz de conta que sou feliz,porque posso voar dentro do infinito,gritando seu nome.

Faz de conta que meu medo é um pequeno ponto dentro de todo ser,dentro de todo meu ser,e que agora faz de conta que venci esse medo,mesmo ele sendo muito pequeno.

Faz de conta que as músicas que tocam permitem que eu voe dentro de mim, descobrindo-me como realmente eu sou; sem fazer de conta que eu estou chorando por eu não saber quem eu sou.

Faz de conta que no meu mundo de ilusões eu nunca descubra que sou feita de papel fino,que se despedaça com um sopro apenas.

Faz de conta que eu possa sonhar que estou entre as planícies tentando saber se sou,apenas um pássaro azul,num vôo tranqüilo,ou se finalmente descobri que sou eu ; e nessa de fazer de conta eu me dispo de todas as fantasias de querer ser o que não sou.

Faz de conta que em toda a minha procura eu não descubra que sou apenas um faz de conta.

MYRIAN BENATTI
Ilusão da alma
Enviado por Ilusão da alma em 08/06/2005
Código do texto: T23233
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ilusão da alma
Colorado - Paraná - Brasil, 59 anos
55 textos (6028 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:13)
Ilusão da alma