Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA MÍOPE



Você vê o trigo mas não vê o pão.
Você vê a massa mas o padeiro não.
Você vê a areia mas não vê o deserto.
Você vê miragens mas não vê o concreto.
Você vê o rio mas não vê a ponte.
Você vê a água mas não vê o horizonte.
Você vê a carne mas não vê o boi.
Você vê o hambúrguer mas não o que ele foi.
Você vê o problema mas não vê solução.
Você vê as letras mas não o xis da questão.
Você vê o balão mas não vê o vento.
Você vê por fora mas não vê por dentro.
Você vê a balança mas não vê o peso.
Você vê o que prende mas não vê o ileso.
Você vê o sal mas não vê quem chora.
Você vê o mal mas não vê onde mora.
Você vê o roubo mas não vê o ladrão.
Você vê a sombra mas o dono não.
Você vê as ordens mas não vê quem manda.
Você vê os passos mas não vê quem anda.
Você vê o que viu e o que foi embora.
Você vê o que vê se enxergar agora.




Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 05/09/2006
Código do texto: T233241

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6774 textos (102502 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:07)