Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rimando pruma menina


Olhos claros como o sol
rosto branco como um nada
linda assim apareceu
minha louca desvairada

Me joguei na sua estrada
pra que passasse por cima
me virei e dei de cara
uma doce menina

nos seus labios anotei
o titulo do meu caderno
o seu corpo eu detalhei
com meus olhos discretos

Sua forma de agir
trouxe de novo uma alegria
e a forma de sorrir
incentivou meu dia

quando acordei pela manhã
confuso e perturbado
beijei teu seio de maçã
tudo ficou mais claro

mas não desejei sua mente
nem seu corpo torneado
eu  gostei da energia
de nos dois apertados

logo tive de me conter
pra não abusar seu sono
sono breve, sono incômodo
um sono de outono

não espero um algo mais
não estou em condições
só sentir sua força
ja valeu por milhões

milhões de rosas rouxas
que sempre oferecem os trouxas
a uma dama  de valor
que lhe da o seu amor

Presenteando a linda moça
com uma flor eu me despeço
pra voltar um outro dia?
me calo não peço

rdeorristt
Enviado por rdeorristt em 05/09/2006
Código do texto: T233569
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
rdeorristt
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
153 textos (5539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:25)