Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fuga.
                                 Carlos Orlando

Um dia, embora disperso,
Entre outros, descobri teu rosto
E dele aprofundou-se
À sombra de uma ilusão,
O teu sutil encanto.


O alcatraz dos meus desejos,
Na imensidão do teu corpo,
Me reduziram a servo,
Sem noção ao risco,
De não fluir minha estima.


Nas noites de tua ausência
Vieram as sombras da desventura
E a mim, o revés da obsessão.
Finalmente, o antídoto ao delírio
Que me fez afastar de ti.
Carlos Orlando
Enviado por Carlos Orlando em 06/09/2006
Reeditado em 31/10/2016
Código do texto: T233712
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Voce deve citar a autoria deste texto como sendo de Carlos Orlando Fonseca de Souza e o site www.carlosorlando.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Orlando
Macapá - Amapá - Brasil
33 textos (127690 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:43)
Carlos Orlando

Site do Escritor