Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Grito de Alerta

Angélica T. Almstadter
 
Já sabes o quanto somos diferentes,
Olha-me, pelo meu espelho,
Se não quer me encarar de frente.
Não me verás de joelho,
Saberás do brilho afiado do meu olhar,
Na maneira peculiar de eu jogar os cabelos;
Porque sei em quanto me avaliar.
 
Nunca me meça pelas minhas ancas,
Sou muito mais que curvas e sorrisos,
Sou doce, mas subo nas tamancas,
Toda vez que for preciso.
Posso ser a amante mais ativa,
A mulher mais fiel e mais presente;
Tanto quanto posso estar passiva,
Ou guerreira em outra frente.
 
Sou de amealhar palavras e gestos,
Guardar na pele a lembrança de abraços,
Reservar os lábios só para beijos e carícias.
Porém tenho o ímpeto dos manifestos,
Me arrebento, mas quebro os laços,
Comigo não combinam sevícias.
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 24/01/2005
Reeditado em 24/01/2005
Código do texto: T2339

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55629 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:35)
Angélica Teresa Almstadter