Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

na direcção do vento



de sempre, a sinomínia do tempo.
a pauta do caminho.
por onde se come o pão, se faz a oração.
se faz a  voz, se faz o corpo.
se faz a esperança, a fé.
Por onde se arde efémero com sentido.
Se age sem passos.
e o voo é ainda o parto do verbo,
que por ser tão prenhe,
está tão longe na frente.

se faz tanta dor em rio. se faz.

Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 07/09/2006
Código do texto: T234528
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3787 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:10)
Constantino Mendes Alves