Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homem Sem Rei

sou valente
e
forte,
miúdo
e
solene.

sou capaz,
mas indigente.
sou de amores
mas não
sou mais
rapaz.

na rua falam
de longe:

lá vai ele,
o homem
sem parentes,

lá vai o
catalano.

lá vai o
solene
fulano.
 
lá vai
o homem
que deixou
passar a vida.

e, de mais
uma coisa
eu sei:

vida vai,
vida vem.

e chega
uma hora
que você
vira
bento,
vento,
lento.

vai virando

dos exaustos,

das esquinas,
dos falsos
e dos
impolutos
faustos!

José Kappel
Enviado por José Kappel em 07/09/2006
Código do texto: T234669
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26787 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 17:09)
José Kappel