Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O velho do Rock

O velho que toca rock na TV é o tempo parado.
Acredita em Einstein e confunde o Presente com o Passado.
Junto dele existem outros tantos. Ser estranho. Símbolo gasto, usado.
Todavia, Fabio, o “politicamente correto” afirma que é você quem está mal humorado.

Pedófilo de si próprio. Contudo, dizem que é “jovem de espírito”.
Pelo sim, pelo não,  finjo concordar. Já que está dito . . .
E me ponho a procurar a origem deste mito;
manter a falsa e inútil juventude tornou-se um rito.

Seremos, doutor analista, Peter Pan? Nunca cresceremos?
Ou, então, sermos a fruta pronta não é o que queremos?
Tememos a inexistência e nos iludimos que nunca morreremos?
Este terror será um dragão que nunca venceremos?

Enquanto se lucubra, o velho do rock transpira o rebelde que pensou ser um dia.
Mas (sempre há um mas. . .), o abdômen já lhe cresceu e a calvície já se anuncia.
Grita velhos refrões. Imagino o quanto as juntas devem lhe doer.
Berra pela guerra; é cômodo ser valente quando já não se tem que combater.

Velho do rock, olhe: outros sobem no carro da vida. Cada um no seu tempo.

E veja que o Tempo é como o Ar. Cada qual sorve o seu bocado.
Não avance sobre o de outros. Cada época com o seu refrão.
Cada geração faz a sua festa e você já não é mais o convidado.
Junte as tuas lembranças. Talvez, fitas bonitas decorem o que foi o seu quinhão.

Repare no close da TV. As rugas mapeiam o teu rosto,
tua face seguiu com o Tempo. É bobagem tentar a plástica ou o botox.
A natureza não aceita xerox.
Não se exponha. Não seja de mau gosto.

Velho, o maldito espelho é cruel!

Velho, só abra o teu baú na ausência do Mundo.
Aquele baú onde todos nós guardamos a maior parte da vida
e donde deixamos escapar, vez ou outra, o pedacinho que resta.
Contente-se em ter participado da tua festa.

Fabio Renato Villela
Enviado por Fabio Renato Villela em 07/09/2006
Reeditado em 15/09/2006
Código do texto: T234900
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.recantodasletras.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Fabio Renato Villela
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
1758 textos (329772 leituras)
1 áudios (27 audições)
4 e-livros (4102 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:03)
Fabio Renato Villela

Site do Escritor