Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0321 - Nossos amores e mundos

Meus olhos acompanham seus passos em direção à porta,
um breve olhar e deixa cair sua roupa pelo caminho,
apenas o som de uma música separa os nus,
preciso novamente deste gosto de paixão na boca.
 
As intimidades são iguais, os corpos se encaixam perfeitamente,
seus lábios se arrastam entre pêlos ensopados de saliva,
o silêncio parece eterno, ouço apenas o sugar de sua boca,
conversando com meu prazer, sussurro alguns gemidos.

Volto às minha alturas passeando por suas costas nuas,
mordisco pedaços, avermelhando algumas sardas,
ereto e deitado sobre seu corpo faço-a sentir meu peso,
vou a passos lentos, excitando-a com alguns beijos na nuca.

Acomodado entre suas coxas me faz desaparecer por inteiro,
os sonhos mais loucos de amor nos percorrem por algum tempo,
viajamos aos tantos prazeres e pelas fantasias que nos prometemos,
até que os gritos antes sufocados são libertos: é o êxtase sentido!

Deixamos marcadas listras de gozos entre nossos lençóis sujos,
a alma lavamos à beira da cama, libertamos os beijos, os prazeres.
Muito perto dali uma porta que divide nosso mundo tão diferente;
nos despedirmos, iremos um para cada lado, voltaremos?

11/06/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 09/06/2005
Código do texto: T23510
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116253 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:22)
Caio Lucas