Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0322 - Sentimentos meus

Meus sentimentos não morrem por alguma mulher,
tento fingimentos, disfarço dando voltas;
de que vale paixão se depois joga-se fora?
Tenho que admitir, sou louco por um carinho,
cada uma vale meus pensamentos, até as platônicas.

Deixo minha jura no ouvido da verdadeira mulher.
A errada? Larguei semana passada?
Como explicar se estou com a certa, não sei...
meus vícios continuam os mesmos,
preciso pensar, enquanto isto, faço amor.

Que sentimentos tenho afinal?
Tento viver um grande amor, daqueles enormes,
daria minha vida por ela, será que sim?
É a única vida que tenho, não posso,
não sei qual vai ser meu fim, talvez feliz.

Deixo que outras mãos tomem meu sexo,
estranho falar assim, mas adoro isto,
que outras bocas me enlouqueça,
deixo que a verdadeira mulher venha,
faça bagunça no meu peito e volte outro dia.

12/06/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 09/06/2005
Código do texto: T23512
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116247 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:51)
Caio Lucas