Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Queria

Queria sentir o peso das mãos pousadas
Sobre as minhas repousadas
O cheiro almiscarado do pecado
Em conta gotas revelado
Sentir a pele que me veste sem censura
Em acordes de loucura

Queria no meu seio aconchegado
Murmurando um poema encantado
O menino grande acanhado
Quem em mim sonha acordado

Queria ..só queria
Uma nesga de alegria
Me sentir amada e protegida
Desse frio sem guarida
Que recobre minha carne frágil

Queria um beijo fácil
Que rompesse a armadilha do destino
E nas procelas dançando em desatino
Me trouxesse o amor e seu feitiço
Enquanto ainda tenho viço

Queria enganar meu medos
Gritar alto meus segredos
Vencer as últimas fronteiras
Essas enormes cordilheiras
Que me atiram no precipício
Onde amar é meu vício

Queria a vida que em mim se agita
Correr nos dias como na escrita
Perfumar as horas frias
Varrer as nostalgias
Beber o licor melado
Com o amor do lado

Queria o que não conheço
O amor sem preço
Que me chegasse de surpresa
E que me levasse presa
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 10/06/2005
Código do texto: T23561

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55627 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:39)
Angélica Teresa Almstadter