Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem saída

Tão belos estávamos
quando nos despedimos...
Trajes assim, só nos reencontros.
Mas nos vestimos para um adeus.
Tão belos e jovens nós éramos,
e a imagem revelada deteve-se
sem retoques...num flash.
Tão belos e jovens nós éramos...
Seria mais adequado que dançássemos
a valsa do "para sempre"
enlaçados no carinho perfumado
do primeiro e definitivo baile
de nosso amor.
Mas, no momento em que o salão
e todas as luzes brilhantes
esperavam nossa performance...
nos afastávamos para dizer-nos cruelmente,
todas as verdades sem importância.
E caindo na armadilha dos egos..
ali ficamos, aprisionados
no corredor escuro e sem saída,
de um adeus.

2005

Mareluz
Enviado por Mareluz em 08/09/2006
Reeditado em 08/09/2006
Código do texto: T235654
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
679 textos (19407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:42)