Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA... POEMA...

Em mim
Há lágrimas
Nem é preciso dizer
A inteligência dispensa isso
Como eu sonhasse o que digo
São poemas, no entanto...

Mudo espelho me diz
Basta ser o que és
Imagem que passa
Que alegra e que basta!

Dizer o quê
Além desse limite
Mistério?

Assim perdido
Mas calmo e seguro
Começo a escrever
Poemas...

Exercício da procura
Vez por outra revejo
Fábulas de morte
Vida de estrela.

E elas também morrem
Somem do céu
Cedem o lugar.

E a linguagem desfila
Brilha clara
Destila!
Miguel Eduardo Gonçalves
Enviado por Miguel Eduardo Gonçalves em 08/09/2006
Código do texto: T235793
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Eduardo Gonçalves
São Paulo - São Paulo - Brasil
909 textos (30693 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:30)
Miguel Eduardo Gonçalves