Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRUTOS MADUROS

José António Gonçalves

escrevemos as cartas de amor
e subimos cada um à sua árvore
em busca de frutos maduros

apenas um pássaro verde abriu as asas
e a tarde transfigurou-se como o vinho
no jarro do tempo pairando
sobre o telhado antigo das casas

o Sol escondia-se no teu olhar
e eu deixava-me ir como uma nuvem
em chamas
na viagem do teu coração
crepuscular e doce
de vermelhos e amarelos luzidios
 
até parece que a partir de então
os invernos não chegaram mais
ao nosso regaço
prisioneiro de uma primavera eterna
 
algo aconteceu
desde esse instante
de constelações
em movimento
 
conto-as
em somas de calafrios e pressinto-as
no roçar breve da tua perna
numa fugaz memória incessante
que se alojou para sempre
num recanto desconhecido
do meu pensamento


José António Gonçalves
 (inédito.25.5.04)
JAG
Enviado por JAG em 10/06/2005
Reeditado em 13/06/2005
Código do texto: T23674
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JAG
Portugal, 62 anos
117 textos (41779 leituras)
4 áudios (187 audições)
1 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:02)
JAG