Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vivendo fora do sonho

Um poeta anônimo
cantou em meio ao deserto
canções que falavam
de uma outra realidade...
amaldiçoou o  vento devastador
gemeu pela água oculta,
delirou clamando
por uma verde paisagem.

Outro artista, desconhecido,
morador do verde escuro das florestas
soprava em sua flauta de bambu
melancólicas canções,recordando
a luta selvagem do sobreviver
e imaginando férteis campos,
cultivados pelas mãos do homem.

Mais além,
em meio aos grandes canaviais,
um anônimo cantador arrancava
das cordas de seu violão
nostálgicas canções
falando da cidade grande,
onde a comida não dependeria
de uma colheita incerta.

E muito distante
desses mundos distantes,
imerso em luzes e sons estridentes
vivia o poeta batizado pela civilização.
Trancado em um prédio de concreto,
debruçava-se à janela do último andar,
sonhando com desertos de branca areia,
com o aroma das flores selvagens,
com o silêncio bucólico dos campos...

Quem vive, afinal, dentro do sonho
que realmente escolheu?


(escrito em 11/06/2004
Mareluz
Enviado por Mareluz em 10/09/2006
Reeditado em 12/10/2016
Código do texto: T237016
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
679 textos (19404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:20)