Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje


                  Hoje





Hoje não há ontem
Nem fome de amanhã
Só esta presença física
Na metafísica da mente.
Hoje não há céu cinzento
Nem nuvens carregadas de incertezas
Só um sol brilhante e límpido
Assobiando na brisa do tempo.
Hoje não há pesar
Nem lágrimas, nem prantos,
Há sim a delicadeza e o encanto
Dos corpos que rodopiam ágeis
Ao soprar do vento pelos campos.
Hoje não há dor
Nem feridas, nem sangue,
Antes o sarar das maleitas acumuladas
Ao longo das jornadas conturbadas
Que se esvaem na tarde estiolada.
Hoje só há hoje como porvir
E o imperturbável bater dos segundos
No presente sem passado nem futuro
Que nos pauta o desacertado passo.




Moisés Salgado
alestedoparaiso
Enviado por alestedoparaiso em 10/09/2006
Código do texto: T237036

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
alestedoparaiso
Portugal
209 textos (4174 leituras)
38 áudios (1068 audições)
2 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:44)
alestedoparaiso