Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inania Verba II

Estendido sobre minha cama
Esqueço de mim
Momentos que de tão insanos
Tornam-se sãos
Que de tão profanos
Tornam-se santos
Sentimento patético, por fim.
Ah! A descrença no que é eterno
Devaneios estéticos
Quem é você que lê esses versos pobres e descrentes?
Sim, você com seus medos e desejos.
O que pensas das tuas dores?
Não, não vá embora!
Tens medo de quê?
De mim?
Nem estou aqui para olhar-te nos olhos
O que queres?
Amores?
Amanhã esquecerás destas palavras vazias
E restará apenas o que não foi dito hoje.

Hugo Leonardo Ferreira Rocha
Enviado por Hugo Leonardo Ferreira Rocha em 10/09/2006
Código do texto: T237111
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hugo Leonardo Ferreira Rocha
Recife - Pernambuco - Brasil, 37 anos
27 textos (1110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:50)
Hugo Leonardo Ferreira Rocha