Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Angústia

No Silêncio agudo do meu peito
Murmura displicentemente, a Angústia.
Clarões nebulosos me cortam a esperança,
O dia enegrece e se disfarça
Na noite inquietante!

Sonho interrompido,
Desejo interrompido!
Nos olhos, refletida
A imagem aterrorizante.

De repente um grito,
Uma Angústia, uma Dor!
Nem um fio de esperança velutíneo,
Somente um vendaval frívolo
Na noite oblíqua
A obsedar-se de mim!
Valter Queiroz
Enviado por Valter Queiroz em 10/06/2005
Reeditado em 10/06/2005
Código do texto: T23718
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valter Queiroz
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 41 anos
118 textos (4528 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:42)
Valter Queiroz