Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O dia aderna noite adentro


O dia aderna
sem adornos
Noite adentro

Navio às vésperas de tragédia

Anoitecer ou manhãzinha
é tarde demais para s.o.s.
e aportagens esperançosas

Comuns são buscas suspensas
a impossíveis sobreviventes

O dia aderna
sem adornos
na vida desamparada

O tempo aderna
O navio-planeta aderna
Doente terminal
naufraga deitado no colo materno
antes do sono fatal

O dia aderna noite adentro
vida adentro
desamparo adentro

Senhores dos dias
imaginam-se barcos inafundáveis
(Não se imaginam de borco
logo ali)

Endeusados
fulminam portos e pátrias
sem saídas de emergência



                         Lançamento na 52ª Feira do Livro de Porto Alegre
                         Dia 31 out 06, terça-feira. Das 19h30min às 21h30min – Pavilhão Central
                         Saiba mais sobre o autor:
                         www.recantodasletras.com.br/autores/rossyrberny 
                         www.editoraalcance.com.br/ROSSIR.HTM

Rossyr Berny
Enviado por Rossyr Berny em 10/09/2006
Reeditado em 10/09/2006
Código do texto: T237183
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rossyr Berny
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
61 textos (3128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:11)
Rossyr Berny