Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O vento sopra a areia da praia


O vento sopra
a areia da praia
que açoita meu corpo
como se fosse
balas perdidas.

Cabelos desgrenhados,
calça arregaçada
até os joelhos,
pés no chão,
caminho lentamente
na noite escura.

As ondas,
vergadas
pela força
do vento,
estouram fortes
contra as pedras,

criando uma chuva
de gotas salgadas,
arremessadas ao largo,
que acabam
por me alcançar.

Em pouco tempo,
ensopada, começo
a tremer de frio.

As gotas salgadas,
misturam-se
às lágrimas.

Fora o barulho das vagas
quebrando nas pedras
o silêncio da noite é total.

Olho ao longe
a montanha silenciosa
e balbucio
algumas perguntas:

Que luzes seriam aquelas
que surgem no meio
da escuridão?

Quem estaria atrás
das luzes na montanha?

Silêncio.

Ninguém responde
às minhas perguntas.
Olho para o chão,
cruzo os braços com força
e apresso o passo.
Hora de recolher-se.

E quem sabe sonhar
que seja possível
viajar no tempo,
acelerar as horas,
para que logo
o dia amanheça.
Maria
Enviado por Maria em 11/09/2006
Código do texto: T237411
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4551 textos (185944 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:27)
Maria

Site do Escritor