Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Abranda o Espírito

Discernir entre o tempo
e o vento que no interior
da noite açoita meu
pensamento é tarefa
árdua e causa estupor.

O desígnio da alma
para o dia de hoje
não foi alcançado
em sua totalidade.

Solidão e silêncio
confrangem o espírito.

O jugo macera a esperança
e malogra o desejo de sol
na noite escura.

Fragmentos de felicidade
esparramam-se
pelo átrio de dor.
Exorcizo o medo
na ânsia de não voltar
ao geena das décadas
de isolamento e solidão.

Abrando o espírito,
suavizo a alma,
a esperança renasce.

Amanhã é um outro dia.
O sol há de surgir
na estrada da vida
e secar o orvalho
que a noite deixou
nas frágeis pétalas da flor.
Maria
Enviado por Maria em 12/09/2006
Reeditado em 06/09/2009
Código do texto: T238211
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4551 textos (185968 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:25)
Maria

Site do Escritor