Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMENAGEM AO POETA. (net)

Minúscula sala.
Inserida em fria tela,
Parecendo nem calor ter,
No entanto nela se navega
Num agitado mar de paixões,
De humanos sentimentos,
Tão difíceis de conter .

Minúscula sala,
Sem  portais, nem varandas,
Num irreal  vislumbre,
Nos descortina um mundo,
Mundo virtual, ardente,
Prenho de anseios
E desejos
Incontido  em  almas  ansiosas
De  seres carentes,
Sofridos, porem,
De postura de airosa
Minúscula sala,
Que nos permite fugir
De um louco mundo real,
Num simples e mágico toque.
Que  nossas imperfeições
Mascaram em divino retoque
Que nos renascem para o amor,
Devolve-nos ilusões já perdidas.
Nos retorna à Vida.

Minúscula sala,
Acolha-me em teu seio,
Fazei de mim sobrevivente
Aplacai meu anseio.
Daí-me abrigo
Em teu seio farto,
Em teu seio amigo.
   ( D'Eu )
Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 10/06/2005
Código do texto: T23825
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20822 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:26)
Sidnei Levy