Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sucos de frutas!

A fatia que vai no vaso
Flores de outubro, frio ou quente
Tem um estranho no departamento
Sirenes alucinadas cantando chuva
O seu seio com sabor de uva
Homens pintados, saias no estacionamento
Pernas e coxas para um sexo ausente
Milhões de sinas contando um caso
Cá em minha Ilha, choro solidão
Marisa Monte cantando borboletas
Um punk fazendo arte final
No rádio um xote querubim
Tomas outras fase, lustre no Jardim
Da Moura que passa, invade memorial
Rasgos & giletes, Luas & sarjetas
O copo caiu, bêbado de paixão
Ah! para tomar-te nos braços, anseios
Imaturas à vista, tantos beijos
A tocar tantas coisas sem tempo
Dormitar pelo dia, novo lamento.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 11/06/2005
Código do texto: T23861
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:09)
Peixão