Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espírito Da Noite

Constantemente, sempre após o Crepúsculo,
Recebo tua visita, oh admirável corpúsculo
Com tua cor Negra, porém brilhante
Aparentas ser o mais belo diamante

Tua beleza reaquece meu frio corpo,
Que em pútrido féretro jaz morto
Envolto de vermes a o corroer
Tua presença maligna os faz estremecer

Junto contigo vem sinfonia noturna,
Que abre meu coração, como se este fosse urna
E lá deposita um calor
Dando, a este cadáver, intrínseco valor

Imerso em raiva obscura
És bem-vindo em minha sepultura
Prazer Maldito recebo todas as Noites
Enquanto minh’alma enfrenta o Letes

Então, quando está próxima a chegada da aurora,
Foges de mim e vais embora
Não obstante, disposto a voltar em outra treva célebre,
Trazes contigo um novo cortejo fúnebre
Espectro Abissal
Enviado por Espectro Abissal em 12/09/2006
Reeditado em 05/06/2010
Código do texto: T238625

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Espectro Abissal
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
22 textos (653 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:06)
Espectro Abissal