Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meus Sonhos

Quero uma indenização por tanto tempo
de Amor que contigo passei.
Passei e não vivi,pois
tu roubaste meus sonhos de mim!

Não importa o que penses,
o que queiras...
Agora, é tarde, Amor!
Amor não se recupera,
como se uma gripe fosse, e,
precisássemos de mais energia
para reviver o primeiro encontro!

Não!
Amor é presença, é tesão, é paixão!
São olhos que se encontram,
bocas ávidas que se procuram,
como, se hoje, fosse o ontem
que passou e não voltou!
Procuramos todos os dias
algo que quebre a rotina,
que nos faça viver,
pois estamos a morrer!

Por tudo isso, repito e repetirei:
" Roubaste de mim os meus sonhos"!
Mas não roubaste sonhos sonhados
roubaste meus sonhos despertados,
e sem esses, não consigo mais viver!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 11/06/2005
Código do texto: T23955

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14771 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:30)
Poeta Amor