Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CASTRO  ALVES

               (homenagem  ao nosso poeta Antonio Frederico de Castro Alves, o Condor,  celebrado por
               Pablo Neruda  com o poema CASTRO ALVES DO BRASIL )

 C antaste a liberdade, como cantaste!
 A mante da Justiça, foste o Condor,
 S onhaste acima das brumas e dos muros,
 T odos os sonhos mais puros do amor.
 R icos tesouros, louros guardados,
 O uve-se ainda a tua voz, oh bardo,


A   tua canção é brilho e fulgor!
L  uz que acesa na história,
V ela o verso, a tua glória,
E coando pelos céus ao infinito,
S êmen raro do esplendor!

(D.A.reservados)
Lilian Reinhardt
Enviado por Lilian Reinhardt em 14/09/2006
Reeditado em 06/06/2011
Código do texto: T240464

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lilian Reinhardt
Curitiba - Paraná - Brasil
1293 textos (152872 leituras)
52 áudios (8664 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:20)
Lilian Reinhardt

Site do Escritor