Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coisas que nos transformam...

Coisas que nos transformam
Lapsos variegados, sintomas aturdidos
Papéis que se escondem, passados rasantes
No raso do que passa para ver o amanhã
Filas, fichas, a puta que agora pari
O acaso do trabalho que acumula
Mula de carga, mais algumas horas então...
Um trem passante, outra city versada
Amores no fastio, coxas nuas pela rua
Essa blusa, como avoluma seus seios...
A sereia que dorme esperando o retorno
Em torno da mesa, só papéis, fúteis idéias
Tudo descontado no imediato do salário
Parcos recursos, a fome empertigada
Para livrar o rabo dele de novo
Você quer manter a dignidade
Ela leva consigo tantos sonhos
Alguns textos vazados na rede, outra vez!
Lascas para um dia de domingo
Que venha depois do sábado, loterias
Não tem hora para acabar,
Chegar é um verbo cansado para hoje
Perfumes exóticos, caras mascaradas
Mais um cigarro a caminho do cinzeiro
E por cinza, uma arte para entregar segunda.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 12/06/2005
Código do texto: T24047
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:41)
Peixão