Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Virando os olhos, garças no muro...

Virando os olhos, garças no muro
Mixando vazios da loucura exterior
Águas novas para usar de colonia
Cheiros ocres da temporada, monção
Cálida, o seio à vista, fina e pudica
Fotografia em preto e branco,
Sandálias perdidas da moça no Metrô
Falando da solidão, novo arquivo
O vagar que passa na loucura interior
Choque para novas drogas, harmonia
Presságios vindos de Carl Solomon
Sem rosto, só corpo, carnuda
Depois do almoço, dinheiro, banco
Olhos vidrados, odisséia, espaço retrô
A loucura testa aquilo que faço
Viver sobretudo viver
Amar mais que sofrer
Abalar a ignorância, é tudo que peço.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 12/06/2005
Código do texto: T24048
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:30)
Peixão