Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inverno no fim, Primavera de mim

Inverno no fim, Primavera de mim
=========================ErdoBastos
Um grito!
Alma em desespero
Sensação de fim
Flores não mais
Alegria não mais
Choro
Choro ...

Tempo
Senhor tempo
Senhor de todos os remédios

Tempo faz-tudo
Conserta
o que ele mesmo estraga
Apaga

Tudo o Tempo renova
Tudo, o seu  tempo tem...
Vamos mentir pro Tempo?
E ser meninos  de novo?
E livres, lufada de vento
Voar... até o mar?

E amar... todo tempo.
Recriar o verbo amar
Tornando-o, quem sabe...
Mais suave e mais lento.

Eu quis morrer, ficar louco
Continuo querendo ficar...
Só que agora, mais um pouco
Porque reaprendi a amar

É tempo de não haver mais jardins
Que brotem flores em todos os confins!
Livres Lírios, Gerânios e Jasmins!
Aceito as flores, que o Tempo manda pra mim.

ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 15/09/2006
Código do texto: T240553

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36905 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:00)
ErdoBastos