Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No meu verso

Há um "QUE" no meu verso,
verso tergiversante onde o estro
ora se abraça (MAR E AREIA),
ora (FOGO E PALHA) se incendeia,
sem prefácio e sem prelúdio,
tecendo razões como uma teia...

Há, no meu verso que devaneia,
um amargo grito de protesto...
...e um íntimo gesto de repúdio
a este desamor que me rodeia !...
Marinhante
Enviado por Marinhante em 15/09/2006
Código do texto: T240724
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marinhante
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
114 textos (1409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:48)
Marinhante