Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDÃO E LEMBRANÇAS



Todas as vezes que  eu escuto tua voz,
que ternamente se apresenta e fala sim,
meu coração se alegra e penso em nós
mas estás longe, bem distante de mim.

E nesta hora de angústia, eu me deito,
sentindo apenas meu coração no peito,
que palpitando de uma forma acelerada,
então eu só penso em ti e mais nada.

Este é o preço que assumo por querer
ficar só entre o meu querer e não poder,
ter  uma vida completa e, sendo assim,
resta-me lembrar de ti , longe de mim.

E somente após tanto tempo ter passado,
eu, sozinho vou trilhando meu caminho,
quando as lembranças vêm, fico calado,
pois eu  sei, que nesta vida, vim sozinho.



VEM-28/03/05-
Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 15/09/2006
Reeditado em 14/08/2008
Código do texto: T240981
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (110794 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:57)
Vanderleis Maia