Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DESABAFO DE UM RIO

     

          DESABAFO DE UM RIO




  DESÇO SILENCIOSO
  PRA MIM NÃO TEM FRONTEIRA
  PROCURANDO MEU CAMINHO
  ROLANDO NAS RIBANCEIRAS

  CHORO MINHA SORTE
  O HOMEM NÃO ME RESPEITA
  NEM TÃO POUCO TEM CARINHO
  JOGA LIXO EM MEU LEITO
  IMPEDINDO MEU CAMINHO

  EU ESTOU ME SUFOCANDO
  NÃO CONSIGO RESPIRAR
  TENHO MUITOS IRMÃOZINHOS
  NÃO POSSO DEIXAR MEU LAR.



 






                                                                           
       
vó Birola
Enviado por vó Birola em 15/09/2006
Código do texto: T241018
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
vó Birola
Ilha Solteira - São Paulo - Brasil, 87 anos
33 textos (1219 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:26)
vó Birola