Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trovinhas à chuva





Chove lá fora, agora
Momento solene e perdido
Ensopa quem foi embora
Por estar aborrecido

Chove lá fora, que pena!
Parece o pranto do céu
De longe, quem foi, acena
Com um lenço de papel

Chove lá fora, que farra!
A água escorre a valer
Quem saiu, já se esbarra
Com quem se põe a correr

Chove lá fora, é triste
A rua deserta ficou
Quem foi, agora desiste
Depois que já se molhou!

Chove lá fora, agora
Lavando toda a cidade
Chove tanto e há tantas horas
Eu vou chorando a saudade...




Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas


Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 25/01/2005
Código do texto: T2411
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (214509 leituras)
1 e-livros (147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/16 00:19)
Priscila de Loureiro Coelho