Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INSÓNIA

Escuto os barulhos da noite
Mas não oiço nada
O silêncio torna-se pálido
E a luz cada vez mais fugaz

De repente, a minha mente salta!
Acordei...
A morte apavora-me a cada minuto
E o sono não chega

A insanidade da noite transforma-se!
Os demónios assombram-me...
Grito mas ninguém ouve
O sono deles é profundo...
E agora espero a morte
Aterrorizada!

Sentada vejo-os passar
Uns negros e reais
Outros disfarçados com cores vivas
Que me ferem a alma a cara movimento...

É agora, a hora chegou!
O primeiro golpe foi proferido
Foi implacável e directo
O sangue começa a derramar-se
Ninguém ouve, ninguém sabe....
Morri!´

E na calada da noite profunda
Mais uma vez eu chorei!
Agora posso dormir...
SophieVonTeschen
Enviado por SophieVonTeschen em 17/09/2006
Código do texto: T242372
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SophieVonTeschen
Portugal, 27 anos
152 textos (8854 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:21)
SophieVonTeschen