Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANARRIÊ

ao lado d’onde moro
havia uma escola
que ensinava
[em meados de um junho]
também folclórices e crendices
até aos que não sabiam contar meio ano
 
ao lado d’onde moro
havia uma escola
com ensino
[em meados de um junho]
mestrado pelos São Franciscos de orelha
que sabiam bem calendar os meses e os bê-á-bás

agora,
na escola que mora ao lado da minha casa,
está decretado o fim das caipirinhas,
das saias vestidas com chita,
dos anarriês das donzelas,
dos braços dados com os caipirinhos
vestidos com uma calça remendada não americana,
crentes que barbas adultas
são rolhas em brasa
e prontos para o ofício de marcador de quadrilha

ao lado d’onde moro,
uma nova escola
ensina
toda a patifaria das velhas esquinas
[sem findar anos letivos]
distante dos forrós nordestinos,
do giz, do quadro-negro, dos abecedários!

ao lado d’onde eu moro
uma nova escola
cresce:
no maternal, solta pipas
no alfabetização, solta balões
no ginasial, aprende a pilotar aviões
no colegial, descobre a sinalizar com rojões

não há busca-pés ou vulcões
na escola que mora ao lado da minha casa;
a bucha de querosene virou fumaça,
não há mais padre, juiz de paz, noiva bastante grávida,
nem pai da noiva
nem espingarda de traque

ao lado d’onde eu moro
há uma escola
que deixa as crianças – sós – pularem fogueiras!
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 17/09/2006
Código do texto: T242780
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:19)
Djalma Filho