Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor absoluto

Meu doce amor escravizado pelo querer,
Tanta emoção, que me deixa desajeitado.
Doce amor de atitude, às vezes, impensada,
Deixa-me desvairado próximo ao eterno viver.
 
Fechado em teu mundo, os dias e as noites
Se sucedem, como o rio no grotão, teu sonho...
Almejado, tua magia encantada, para que na vida,
A felicidade possa com esforço ser alcançada.
 
Contudo essa sublime maneira, que me ensinaste a querer,
Essa bondade do coração, que eternamente irei venerar...
Amor doce amor batendo forte no peito a me enternecer...
 
Faróis da esperança, luzes da vida, vêm clarear,
Amar-te é bonança, é claridade, é percepção absoluta
Da paixão, que sem duvida, me faz junto de ti caminhar!
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 18/09/2006
Reeditado em 18/09/2006
Código do texto: T242956
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3129 textos (79580 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:46)
R J Cardoso