Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Barraco.

Meu Barraco.
(Sávio Assad)
 
Da janela do meu barraco, vejo o Cristo Redentor a nos velar,
Vejo a cidade maravilhosa, brilhando feito mil estrelas,
Vejo a imensidão do azul do mar a me conquistar.
 
Da janela do meu barraco, conto as estrelas com meu amor,
Brinco com os rabiscos das cadentes, que como pirilampos
Refletem nos olhos em lampejos de faíscas de felicidade.
 
Da janela do meu barraco, sou um rei, onde vivo como quero,
Onde mando e sou mandado, mas só pelo meu amor.
Sou o dono do pedaço, sou doutor, senhor, menino e criança.
Sou eu, unicamente, eu , sem fantasia, sem mascaras.
Niterói - 15/09/2006
Sávio Assad
Enviado por Sávio Assad em 18/09/2006
Código do texto: T243086
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sávio Assad
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
419 textos (26696 leituras)
19 áudios (1373 audições)
4 e-livros (106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:23)
Sávio Assad