Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conforto

Não sei viver sem seu conforto
Não sei viver meio morto
Não sei viver sem seu corpo
Não sei ser o aborto

Estou deserto
Estiei de alma
Desencontrei da calma
Tornei fauna

Estou vago
Oco de conter sua ausência
Sedento por não ter sua quinta-essência
Desfeito sem teu afago

Eu que pensei que podia
Mas sei que não posso
Poço sem água
Até a boca de mágoa

Mas tem muitos sim em mim
Sim, dói
Sim, corrói
Sim, sinto tua falta
Sim, não sei viver sem ti
Sim, quero te ver
Sim,
Fabio Damico
Enviado por Fabio Damico em 19/09/2006
Código do texto: T243896
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Damico
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 55 anos
120 textos (1502 leituras)
2 e-livros (59 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:14)
Fabio Damico