Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Júpiter

Júpiter
“Meu filho, o fim de tudo está nas mãos do trovejante Zeus” Semônides de Samos.
“Númen que tens do mundo o firmamento” Alexandre de Gusmão.

Dos planetas do sistema solar
És o maior, e já fostes um deus:
Zeus! E se então seu selo a somar
Nos pomos - redivivos galileus!-

O valor trinta e quatro vem mostrar,
Qual num quadro de Dürer - um sandeu?
De certo, Não! Que entre a Terra, o Mar
E o Céu o segredo se abriu aos olhos teus!

Lá vem o velho sapateiro Levi,
Todo cambaleante, sem direção,
Como o ritmo deste soneto aqui...

Oh! Júpiter! Entre o raio e o trovão,
Reinas ainda sob meus versos qual um π
Cujo raio é a medida de meu coração.
Jayro Luna
Enviado por Jayro Luna em 19/09/2006
Código do texto: T244398
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jayro Luna
São Paulo - São Paulo - Brasil, 56 anos
97 textos (48137 leituras)
12 e-livros (1726 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:54)
Jayro Luna