Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR INSANO

AMOR INSANO

Perdão, meu amor
Perdoa meu coração
Este pobre, demente
Que insano, lança sementes
De sedução, de louca paixão
Sem pudor, culpada, perdão
És minha vida, o céu, e a razão
Que as vezes vem ressurgir
Envergonhada, em pudor, a emergir
E a gritar ao pobre demente
Culpado, sim mas inocente
Coração em fogo ardente
Que da alma, cala a voz
Ousar te amar, falar em nós
Perdão, meu amado, foi demais
Amar-te, sentir-me amada, como jamais
Nesta vida pude saber
Só mesmo tu, para me refazer
Mas sinto minha alma atrevida
De inteiro, querer tê-lo nesta vida
Tentar sorver-te o perfume
Na voz que a paixão resume
Não tenho o direito de ser feliz
Diz a razão em voz de minha alma
Não, pôr agora, não condiz
Ardem-me, o que diz em doce calma
Lágrimas sem cores chorei
Banhou-me a face, e sonhei
Querer sentir-te, só pode ser, em sonhar
Invadindo, arrebatando todo meu ser
Num mundo sem máculas, imaginei
Nós dois de mãos dadas a passear
Dedos entrelaçados, livres lábios a beijar...

DIANA LIMA/ITANHAÉM/SP, 03/11/2003

Sob lei dos direitos autorais n. 9.610 de 19/02/1998
Diana Lima
Enviado por Diana Lima em 14/06/2005
Código do texto: T24462
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Lima
Santo André - São Paulo - Brasil
152 textos (52795 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:15)
Diana Lima