Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Segredantes


Meus passos andando para ti,
Minhas mãos falando em abraços,
Olhos dizendo que lhe queria muito,
Pele beijando pele em toques ocultos.

Tuas palavras diziam de nós
Somente para nós falando de sentimentos.
E todos nada sabendo de gestos.
Nada entendendo de olhos segredantes.

E em esbarros de corpos, um choque
Nasce da necessidade de ter o outro.
O Eu e o Outro
Como se o tudo fosse inteiro de desejo.

Um último gesto
E um grande salto para o amanhã
E muita coragem em corações embriagados
E mais vida saindo do Eu para o Outro.

E, finalmente, falamos em beijos.
A fome de um sentimento preso
Que como ave infinita
Queima o corpo com estrelas
De um outro tempo no passado.

Somos o EU e o Outro em amanhã.
Como caminho para o futuro.
Como segredo dito em sussurro:
"Eita vontade de você!"
Amael Oliveira
Enviado por Amael Oliveira em 20/09/2006
Reeditado em 05/01/2007
Código do texto: T244783

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Amael Oliveira
Aracaju - Sergipe - Brasil
70 textos (36647 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:01)
Amael Oliveira